terça-feira, 30 de setembro de 2008

ESPECIAL (PARTE I) – Reentrevistando Moiza

Eles já foram entrevistados antes, mas mudaram de casa, ou melhor, de URL. E durante as festas de aniversário de 2 anos do Risada Forçada, nós os entrevistamos com muita galhardia, e dissecaremos sobre o que ocorreu às suas vidas.

*****************
Pra começar, reentrevistamos o estimadíssimo Moiza, a quem havíamos entrevistado na época do Coisas e Tralhas. Atualmente, ele comanda o adorável blog Cartum com Bobagem. Vede que primor de entrevista!!!

Nome:
Moiza (Moisés Gonçalves)
Blog:
Moiza Cartuns - Cartum Com Bobagem

Antes líamos às sabedorias de vossa tão estimada pessoa incrustadas na sabedoria de Mutum, um de seus personagens. Agora, vemos vários de seus personagens além de uma página só para seus pensamentos. Isso é um plano de conquista? O senhor quer dominar o mundo?
Como adivinhou isso? Meus planos estavam sendo tão discretamente arquitetados (ou, pelo menos, foi o que eu achei). Mas é verdade. O anseio incontrolável e megalomaníaco de dominar o mundo faz parte de minha personalidade, mesmo que, ainda atualmente, não seja senhor nem de meu próprio nariz (minha noiva manda mais nele do eu mesmo; acredite).
Movido por devaneios tais, criei um blog com o objetivo de angariar uma legião de revolucionários fiéis aos meus comandos. Percebi, porém, que só o Mutum não seria suficiente. Um plano de tal magnitude demandava uma cobertura bélica adequada; um exército de personagens malucos embrenhados em levar meus planos adiante.
Daí, vieram o Dr. Pacóvio, o advogado que sempre me safa (ou melhor, tenta me safar) de processos civis, criminais, trabalhistas, previdenciários, espaciais e alienígenas que, porventura, venham a lançar contra mim; o Dr. Frankstonho, o cientista maluco que, com seus conhecimentos, infinitos diplomas universitários e títulos acadêmicos os mais avançados, ficou responsável pela criação de mutantes-zumbis (ou zumbis-mutantes... “a ordem dos fatores não altera o produto”, diria ele mesmo) e máquinas de alto poder de fogo que certamente me facilitariam muito a vida no que concerne aos devaneios de conquistar o mundo; o Dom Pierre Tardado, um poeta que, embora aparentemente se mostre absolutamente inútil neste exército de mentes belicosas, com seus poemas e versos, consegue tocar o coração e elevar os sentimentos humanos à infinita potência, tornando homens e mulheres (até animais) alvos fáceis para implementar minhas ideologias conquistadoras; o Zócrates, o filósofo responsável por fazer os visitantes da casa pensarem como eu mesmo. Pena, porém, que seus pensamentos não levam ninguém a pensar; o Eddie Rock, o metaleiro truezão e incorrigível, de grande valia no meu intuito de salvar o mundo da música funk, do pagode, sertanejo, emocore e outras sonoridades afins, cujo objetivo é incrustar um pouco de boa cultura metaleira na mente dos visitantes da casa. Por fim, o Jota Repórter serve para noticiar minhas conquistas no mundo blogosférico. Como, porém, ainda não realizei conquista alguma (a não ser algumas entrevistas inúteis concedidas, hehehe... aliás, apenas duas; e todas por aqui, mesmo), não me serviu pra nada, até o presente momento.
Como é possível verificar, tenho um exército nas mãos. Pena que é uma trupe tão atrapalhada que, no fim das contas, não me ajuda em nada.
Ah, é... o Mutum continua fazendo parte da equipe de revolucionários da “Cartum com Bobagem Blogations e Besteirations iLtda – ME” (macro empresa). E continua aparecendo em forma de tirinhas, inclusive. Quase me esqueço dele...

Como ousou sumir com o Mutum da blogosfera da noite pro dia? Não tens coração? Ficamos assaz entristecidos e depressivos... snif snif snif =’/

Ahhh... ele fazia parte da ordem blogosférica “Coisas e Tralhas”, né? Essas coisas têm de ir pro lixo, de vez em quando. Tralhas não servem pra nada... se bem que o Cartum com Bobagem é o próprio “Coisas e Tralhas” recauchutado, mas...
Confesso: foi um momento de burrice inconseqüente que me tomou o espírito naquela fatídica noite em que exclui o blog. Mas culpem o dr. Frankstonho! Ele me fez um chá pra dor de garganta, mas misturou uns elementos químicos desconhecidos que, juntos, criaram um portal dimensional desencadeando um conflito temporal-espacial paradoxal paradigmático, transportando-me ao universo Matrix, onde as profecias do Oráculo previam minha chegada para destruir a Máquina juntamente com os caras do Rage Against the Machine. Na verdade, porém, o tal chá tinha como efeitos colaterais mais marcantes o derretimento cerebral e a idiotia crônica, de forma que fiquei um pouco mais insano por algum tempo e com desejos irrefreáveis de sair por aí deletando blogs.
Fiquei muitos meses me recuperando das seqüelas do tal chá... se bem que estou sentindo uma vontade doida de excluir o “Cartum com Bobagem” também agora mesmo.
Não, não! Já passou! Fique calmo, hehehe
Agora, quanto a esse negócio de ficar depressivo, o Eddie Rock tá aqui dizendo que isso é coisa de EMO, hein?

Será que se o Mutum convivesse um pouco com o Davizinho ele se comportaria melhor?
Verdade, né? O Mutum é um garoto assaz bagunceiro e um mau exemplo na escola. Mas, veja bem. Comparado ao resto do elenco responsável pelo “Cartum com Bobagem”, ele é o mais normal e mais bem comportado.
O Davizinho é um garoto cristão que sabe o que quer e não arreda pé; mas o Mutum também crê em Deus e vive uma vida conforme os bons costumes. É só um “pouquinho” mais bagunceiro.
Seja como for, já dei a sugestão ao garoto. O Davizinho seria uma ótima influência pra ele... embora o Mutum não possa se comportar demais, senão não tem como continuar fazendo parte do exército neurótico e histérico do Cartum com Bobagem’s Blogations e Besteirations iLtda. Afinal, pessoas muito boazinhas não costumam querer dominar o mundo, né mesmo?


Moiza, você como bom Moisés que é, de que maneira costuma abrir o Mar Vermelho da sua vida?
Com um bom cajado! Dependendo da paulada, pode-se arrebentar portas e, até, abrir mares vermelhos, negros, verdes e demais correlatos. No mais, é isso aí mesmo: sou um bom Moisés... e um Moisés bom :)

Moiza, você é uma coisa?
Na verdade, a coisa é um Moiza. Mas costumo ouvir da mulherada (traduzindo: só da minha namorada, mesmo) que sou uma coisinha muito fofa. Vai entender...

O nome do seu antigo blog era “Coisas e Tralhas”. As tralhas foram pro lixo?
Não sou adepto desse negócio de jogar tralhas no lixo. Reciclar é mais moderno; é uma atitude de maior responsabilidade social e ecológica. As tralhas do “Coisas e Tralhas” foram, todas, recicladas pra fazer parte, de alguma forma, do depósito de inutilidades que boto lá no “Cartum com Bobagem”.

Continua morando na mesma cidade de quando fizemos a primeira entrevista? E a idade é a mesma? Se não for, diga o que mudou (ou não).
Infelizmente, continuo morando na mesma cidade. Mas, assim que meus planos de domínio mundial se concretizarem (não vai demorar muito... acho), vou morar, periodicamente, em vários pontos do planeta. Quero conhecer Roma, Japão, os Esteites... Ou melhor, conhecer não! Comprá-los todos só com a grana do Google AdSense.

Pra terminar, deixe um recado a quem pretende visitar seu blog, com cartum, com bobagem e com tudo o que tiver direito!
Um recado?! O mais importante de todos: visitem meu blog :)
Ahhh... e valeu por conceder-me mais uma entrevista fodástica por aqui, neste blog assaz aprazível!
Abraços.
Galeria de Personagens do Moiza







7 comentários:

MoizaCARTUNS disse...

Olha só... não é que saiu mesmo? A entrevista mais fodástica e mais esperada do ano o/

Valeu, mestre Risadinha. Ficou legal pacas o post. Nem imaginava que você iria usar TODAS as imagens que mandei, hehehehe

Abraços

Osc@r Luiz disse...

Moiza rende horas e horas de papo.
O cara tem o dom.
Valeu!
Um abraço!

Sahmany disse...

Tô com o Osc@ar!!!
O Moiza é simplesmente fantástico!!!
Adoro esse menino.
Criativo, engraçadíssimo, tudibom!!!
Beijos.

Leandro Neres disse...

hahaha, curti a entrevista, e quanto talento e criatividade, meus parabéns!!!
Abração!
Leandro

Su disse...

Aii meu deus!!!
o moiza arrasa meeesmo!!!
Mutum, tu és fantástico!!!!
beijooos

BANDEIRAS disse...

Oi Moiza,

Tu és um maluco aloprado de legal.
bjs

MoizaCARTUNS disse...

Rapá... ficou bichístico pacas o novo lay do Entrevista Forçada, hauahauahauahaua

Zoeira, cara... apesar das cores cintilantes e do rosa predominante... hauahauahauahaua

Pra quê fui escrever isso??? Sei lá! Matando o tempo... :D

Abraços o/